Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

ARTES

Publicado em 30/04/2020 às 07:15 - Atualizado em 17/07/2020 às 12:17

dia 10/06/2020

5º ANO

PERSPECTIVA E PAISAGEM URBANA

 

      A PERSPECTIVA com um ponto de fuga, também conhecida como perspectiva renascentista ou perspectiva central, é o primeiro método de perspectiva exata, que se baseia em um ponto de fuga, situado na linha do horizonte de onde convergem outras linhas retas em diagonal que servirão como base para a criação do desenho com tridimensionalidade e profundidade de forma mais realista, onde o que está mais ao longe e profundo é representado em tamanho menor e o que está mais próximo, em tamanho maior seguindo as linhas adjacentes ao ponto.Dentro da história da arte, este método surgiu durante o período Renascentista na Europa durante o século XV e é utilizado até os dias de hoje, em vários ramos da nossa sociedade para criar espaços de forma tridimensional e organizada.

 

 

      O artista Saulo Pfeiffer de Ponta Grossa, no Paraná costuma usar o ponto de fuga em muitas de suas obras, sendo que a maioria são paisagísticas ilustrando sua própria cidade ou narrando fatos históricos, neste caso, principalmente ligados ao exército brasileiro do qual já recebeu prêmio de melhor obra narrativa.

 

 

      A PAISAGEM URBANA é um gênero de pintura que surgiu em meados do século XVII, onde retrata-se a paisagem dos grandes centros de forma organizada, captando o trânsito de pessoas, meios de locomoção e construções que normalmente costumam ser mais próximas umas das outras e em maior número nestas localidades. 

      Ao retratar muito a paisagem urbana, Saulo justifica seu gosto, com a seguinte fala ao Jornal DPONTA em Abril de 2020: 

“(...) Gosto das ruas apertadas, que dão uma sensação claustrofóbica, ou então os prédios antigos, alguns com a pintura externa desgastada. Tudo isso me soa um tanto “poético” e inspirador. Mas o movimento urbano também me atrai. As pessoas e carros, se deslocando de um lugar a outro, compõem uma sinfonia que só a cidade pode nos trazer, e isso eu também procuro mostrar nas minhas obras.” 

      Saulo é um artista independente e atual, contemporâneo, o que nos mostra que a arte não é algo tão distante dos sonhos de alguns que pensam em nela se aventurar e se tornar um grande artista, sabendo ser um trabalho árduo e que deve-se ir em busca de reconhecimento.

 

 

Agora, sabendo um pouco sobre o conceito de Perspectiva com ponto de fuga sobre o que vem a ser o gênero de pintura Paisagem urbana, usando sua régua e seu lápis, em uma folha sulfite, crie uma paisagem urbana tendo como princípio a técnica do ponto de fuga, que se vê no exemplo logo abaixo:

 

      Com o auxílio de um adulto, se precisar, trace um linha reta horizontal acima na folha e no centro faça um ponto. Este será seu guia para a criação da profundidade e tridimensionalidade em seu trabalho, lembrando sempre que o que está longe, parece menor e o que está perto parece maior e assim deve ser representado como vimos anteriormente nas imagens apresentadas. 

Após você criar seu desenho de paisagem urbana com perspectiva, colorir utilizando lápis de cor, com bastante capricho e cuidado.

 

 

 

4º ANO

ARTES  

Pontilh

No pontilhismo as figuras são representadas por pequenos pontos ou manchas coloridas, um ao lado do outro, que se misturam quando mantemos uma certa distância da obra observada. 

A técnica surgiu em 1884, dentro do movimento artístico Impressionismo. Exemplo: 

Para a realização da atividade vamos conhecer o pintor Amandos Sell

Amandos Sell nasceu no dia 12 de julho de 1942. Filho dos agricultores Eugênio e Erna Sell, foi morar ainda pequeno na região serrana de Joinville, nas proximidades da região do Rio do Júlio. Teve uma infância simples no interior de Joinville. Quando adulto após vários empregos resolve se dedicar a pintura. Suas obras são marcadas pela simplicidade do interior com belas paisagens e casas típicas alemãs (estilo enxaimel). Suas obras valorizam o homem do campo registrando a paisagem: pastos com criação, montanhas, rios e outros. Seus temas surgem do mundo em que vive e com quem vivem. Suas obras retratadas em óleo sobre tela estampam um colorido vivaz destacada por um cuidadoso pontilhado. 

 

Sugestão de pesquisa: 

Acessem pelo link a seguir a Biografia dos artistas plásticos joinvillenses Ademar César e 

Amandos Sell 

https://www.youtube.com/watch?v=sNiuCOoxgrI

 

Atividade: 

 

Agora você irá produzir um trabalho no caderno ou folha A4 utilizando o pontilhismo. 

 

1) Faça o desenho inspirando-se nas obras do artista Amandos Sell, usando lápis de cor ou canetinha hidrocolor. Quanto maior o desenho, melhor para preenchê-lo. Quanto mais próximos os pontinhos, mais bonito fica. 

 

Bom trabalho!

 

3º ANO

 

Você sabe o que é natureza morta? 

 

  Natureza-morta é um tipo de pintura e fotografia em que se vêem objetos inanimados, como frutas, louças, instrumentos musicais, flores, livros, taças de vidro, garrafas, jarras de metal, porcelanas, dentre outros objetos. Refere-se à arte de pintar, desenhar, fotografar composições deste gênero. Na arte contemporânea, é frequente se utilizar, ainda, outros suportes para estas representações de objetos inanimados, como a escultura, instalação e a videoarte, como referências à história da arte. 

  Esse gênero de representação surgiu na Grécia antiga, e também se fez presente em afrescos encontrados nas ruínas de Pompéia. Foi, depois, condenada por teólogos católicos durante a Idade Média. A denominação natureza-morta, conforme o alemão Norbert Schneider, surgiu na Holanda no século XVII, nos inventários de obras de arte. A expressão competiu durante algum tempo com natureza imóvel e com representação de objetos imóveis no século XVIII. 

 

AGORA É A SUA VEZ... 

Agora, você irá montar um cenário de natureza morta colocando o que você tiver em casa. Por exemplo, elementos como: frutas, utensílios de cozinha, flores e tudo aquilo que faz parte do cotidiano. Depois crie um desenho baseando-se na observação de cenário que você mesmo criou. Use a criatividade e surpreenda-se! 

 

 

 

2º ANO

OLÁ CRIANÇAS!

   ESPERO QUE ESTEJAM SE DIVERTINDO COM AS ATIVIDADES, SOLTANDO A IMAGINAÇÃO, CRIANDO VÁRIOS DESENHOS COLORIDOS E CHEIOS DE VIDA. AGORA QUE VOCÊS JÁ CONHECEM O ARTISTA GUSTAVO ROSA, QUE TAL CONHECER UMA DAS SUAS SÉRIES DE OBRAS MAIS FAMOSAS, OS GATINHOS!

CONHEÇA ALGUNS DOS GATOS QUE GUSTAVO ROSA CRIOU

 

VAMOS RELEMBRAR ALGUNS TIPOS DE LINHAS DESAFIO

 

DESAFIO

OS GATOS CRIADOS POR GUSTAVO ROSA, SÃO FEITOS COM LINHAS SIMPLES E ATÉ FORMAS GEOMÉTRICAS. EM SEU CADERNO, OU EM UMA FOLHA, TENTE COPIAR OS DESENHOS ABAIXO. VAMOS LÁ, VOCÊ CONSEGUE! DEPOIS CONTORNE OS GATINHOS COM LÁPIS DE COR OU CANETINHAS. SE VOCÊ FOR USAR CANETINHA EM SEU CADERNO, NÃO ESQUEÇA DE COLOCAR UMA FOLHA EMBAIXO PARA NÃO MANCHAR AS PRÓXIMAS FOLHAS.

 

ATIVIDADE (FAZER NO CADERNO OU FOLHA)

 

QUE TAL UMA HISTÓRIA? PEÇA AJUDA PARA UM ADULTO, ENQUANTO ELE LÊ A HISTÓRIA VOCÊ VAI CRIAR SEU GATINHO COM LINHAS, E NÃO ESQUEÇA DE DAR UM NOME PARA ELE!

 

 

1º ANO

 

OLÁ CRIANÇAS!

HOJE VAMOS CONHECER O TANGRAM.

TANGRAM É O NOME DE UM JOGO CHINÊS, COMPOSTO POR 7 PEÇAS QUE JUNTAS PODEM FORMAR MAIS DE 1.700 FIGURAS DIFERENTES. O TANGRAM É COMPOSTO POR 5 TRIÂNGULOS, 1 LOSANGO E 1 QUADRADO.

É UM JOGO QUE DESENVOLVE A CAPACIDADE DE CONCENTRAÇÃO, A ORIENTAÇÃO ESPACIAL E EXERCITA A CRIATIVIDADE.

NO TANGRAM NÃO É PERMITIDA A SOBREPOSIÇÃO DAS PEÇAS E TAMBÉM VOCÊ DEVE USAR AS 7 PEÇAS PARA FORMAR A FIGURA QUE DESEJA. 

VAMOS VER AGORA UMA RELEITURA DE UMA HISTÓRIA FEITA COM O TANGRAM: O GATO XADREZ, DE BIA VILLELA.